Inteligência Musical

Inteligência Musical: 15 Dicas para Você Estimular a sua e a do seu Filho

Inteligência Musical: 15 Dicas para Você Estimular a Sua e a do Seu Filho

Saiba o Que é e Como Desenvolver a Inteligência Musical

 

O conceito de Inteligência Musical surgiu na década de oitenta quando o Psicólogo Norte Americano da Universidade de Harvard, Howard Gardner, desenvolveu, após muitos anos de pesquisa, a teoria das inteligências múltiplas segundo a qual afirma que os seres humanos são dotados de diversas inteligências, dentre as quais, a inteligência sonora ou inteligência musical.

 

É sobre essa inteligência, especificamente, que este artigo vai tratar para ajudar a você a entender o que é, se você tem e como estimular o desenvolvimento dessa inteligência.

 

Inteligência Musical

 

Gardner identificou 7 tipos de inteligências:

 

    1. Inteligência Cinestésico-corporal;
    2. Inteligência Ecológica;
    3. Inteligência Espacial;
    4. Inteligência Linguística;
    5. Inteligência Lógico-matemática
    6. Inteligência Pessoal e Existencial e
    7. Inteligência Sonora ou Musical.

 

Howard Gardner defende que todos nós somos dotados de todas as inteligências, algumas mais e outras menos e que todas elas podem e devem ser estimuladas.

 

Desportistas de alto rendimento por exemplo, são dotados de um alto grau de inteligência Cinestésico-corporal, assim como os profissionais de exatas possuem um alto grau de inteligência Lógico-matemática e assim por diante.

 

A inteligência Sonora ou Musical é a que mais cedo se manifesta no ser humano. Isso porque estamos imersos num planeta sonoro.

 

Desde quando estão no útero materno, os bebês sentem o pulsar do coração da mãe. A música e os sons seduzem e despertam a atenção de algumas crianças de tal forma que algumas delas aprendem a ‘cantar’ antes mesmo de aprenderem a falar.

 

Ainda não se sabe o motivo pelo qual a música emociona e sensibiliza tanto o ser humano, mas sabe-se que a música estimula mais partes do cérebro do que qualquer outra atividade.

 

Inteligência Musical - Bebê

 

Com toda essa sensibilidade universal pela música, podemos afirmar que todos os seres humanos possuem a inteligência sonora em um grau mais ou menos evoluído. E isso independe de classe social, localização geográfica, origem…

 

Crianças portadoras de autismo severo conseguem tocar maravilhosamente um instrumento musical, ainda que não possam falar, evidenciando a relativa independência de uma inteligência em relação a outras e que certas partes do cérebro localizadas no hemisfério direito desempenham papéis específicos na percepção e na produção da música.

 

 

É importante ressaltar que produção musical, composição e percepção musical, ainda que esses atributos liguem-se à inteligência sonora, não identifica grau mais ou menos alto de inteligência sonora, senão atributos diferentes de uma mesma inteligência.

 

Saiba se Você e seu Filho Possuem Inteligência Musical

 

  • Se emociona ao ouvir música;
  • Tem facilidade para memorizar certas melodias;
  • Tem interesse em aprender algum instrumento ou cantar;
  • Gostaria de participar de grupos de música, corais…;
  • Gosta de dançar;
  • É aficionado, colecionador de alguns estilos de música;
  • Tem maior concentração, ao estudar por exemplo, ouvindo músicas;
  • É sensível ao som e tem facilidade para discriminar sons ambientes.

Provavelmente vocês são dotados de um bom grau de inteligência sonora.

 

15 Dicas de Como Desenvolver e Estimular a Inteligência Musical

Em Bebês (até 3 anos)

 

1.Cante para o seu bebê – O estímulo mais antigo e eficiente do planeta é a voz da mãe. E se essa vier entoada numa canção de ninar ou cantiga de roda, torna-se imbatível. Escolha momentos agradáveis para ele, como por exemplo a hora do banho ou de dormir e faça esses momentos virarem rotina. Seu bebê vai associar a música a esses momentos prazerosos e criar laços afetivos mais fortes com você e a música. Esses laços, ele os levará para o resto da vida.

2.Pesquisando os Sons – Explore e chame a atenção para os sons ambientes, objetos e brinquedos (só tome cuidado para que esses sons não sejam muito altos ou estridentes). Ex. copos e talheres de plástico, sons da água (no banho), chocalhos, brinquedos, batuques na mesa, palmas…

3.Motricidade Oral/Sons com a boca – Os bebês adoram emitir e imitar sons com a boca e o fazem naturalmente. É a sua forma de explorar e exercitar o aparelho fonador que irá fazê-los falar mais tarde. Sons do tipo: Brrrrrr (tremendo os lábios), soprar, estalar a língua, estourar as bochechas e mandar beijos são ótimos exercícios fonoaudiólogos e ajudam no desenvolvimento da fala.

4.Musicalização Infantil – Hoje em dia existem diversos cursos de música para crianças de 6 meses a 6 seis anos. Esses cursos não são de instrumentos específicos, por isso são chamados de musicalização, e visam estimular o interesse pela música, a percepção sonora, o ritmo, a apreciação e a composição de música. Procure um próximo à sua casa.

A Partir de 3 anos

 

Inteligência Musical - Cantiga de Roda

 

5.Cantigas de Roda – Cantigas de Roda e Brinquedos Cantados são ótimos estimuladores da percepção sonora, rítmica e das motricidades oral e corporal amplas. Músicas como ‘Cabeça, Ombro, Joelho e Pé’, ‘Boneca de Lata’, ‘Caveira’, ‘Caranguejo Não é Peixe’ , ‘Atirei o Pau no Gato’…

6.Percepção Sonora – Pegue potes de plásticos, de remédios, potes de sorvete, caixas de fósforos, de papelão… vazios e coloque pequenos objetos de materiais diferentes que produzam sons. Por exemplo: na primeira caixa coloque moedas, na segunda grãos de feijão, na terceira areia… peça para que as crianças identifiquem, através da audição, quais os materiais que estão dentro da caixa. Ou coloque fósforos usados em números diferentes em cada caixa e peça para que eles digam quantos palitos aproximadamente tem em cada caixa usando a somente a audição.

7. Bingo Sonoro Instrumentos Musicais é um jogo para crianças a partir de 3 anos que foi feito com a finalidade de estimular a percepção sonora, de uma forma lúdica, através dos sons dos instrumentos musicais. As crianças ouvem os sons dos instrumentos e devem identificá-los através do som (Veja aqui)                  

8. Livro Eco, Reflexo do Som, indicado pela Biblioteca da Revista Pais & Filhos, possui diversas atividades sonoras e acompanha CD com registros sonoros das atividades e músicas folclóricas. (Veja aqui).

9.Qual é a música? – Assobie ou toque a melodia em algum instrumento, caso você saiba tocar algum, sem cantar, somente a melodia e peça para que as crianças identifiquem qual é a música. Use músicas que elas conheçam.

10.Bandinha de Sucata – Use os potes e caixas que usou na percepção sonora e faça chocalhos, tambores. Depois cante e toque com eles cantigas de roda. São fáceis, curtas e todo mundo conhece – Atirei o pau no Gato, Ciranda, Cirandinha, Marcha Soldado, A Barata Diz que Tem…

 

Jovens e Adultos

 

11.Audição atenta – Prestar atenção somente em um instrumento de cada vez quando ouvir uma música. Por exemplo: ouvir a música toda prestando atenção no baixo, depois no piano, na guitarra e assim por diante. De preferência, com fones de ouvido para perceber pequenas nuances de cada instrumento e para ter maior concentração.

12.Audição ‘Fora da Caixa’ – Ouça músicas de culturas e estilos com os quais nunca ou pouco contato teve. Indiana, Árabe, Japonesa… o Oriente tem uma cultura e referência musical bem diferente da nossa que podem até nos parecer exóticas. Não julgue, ouça de coração aberto.

13. Cante – O instrumento mais barato que existe é a nossa voz. Participe de corais de empresas, na sua igreja, escola, entidades… cante! É de graça!

14.Música ao Vivo – Assista espetáculos de música ao vivo. Música Clássica, Choro, Jazz, Samba, Mpb… com uma boa pesquisa, você encontra bons shows até de graça. A experiência de ouvir ao vivo é única e intransferível.

15.Aprenda um Instrumento – Nunca é tarde para aprender a tocar um instrumento. Deixe aquele papo de que “já estou velho demais”, pegue aquele violão que ninguém usa na casa de um parente e comece a estudar. Ou, escolha um instrumento com o qual mais se identifica e entre na aula. Aqui mesmo no site da Entre Notas e ConaMusInstrumental nós vamos ter cursos online de instrumentos diversos (violão, piano, baixo, guitarra…). Assim, você pode estudar no conforto da sua casa, no seu ritmo e tirar dúvidas com o professor. Saiba mais.

 

Gostou desse artigo? Então deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

 

Grande abraço,

 

Rônei Rocha



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *