Som saiba o que é

SOM – SAIBA O QUE É, E QUAL A DIFERENÇA ENTRE ALTURA, VOLUME E TIMBRE

SOM – SAIBA O QUE É, E QUAL A DIFERENÇA ENTRE ALTURA, VOLUME E TIMBRE

 

O Que é Som?

 

O som está muito alto? Essa nota é muito alta? Ou seria: O som está com muito volume? Será que essa nota é muito alta e por isso devo baixar o volume? Saiba o que é.

 

Sentado, relaxado, curtindo aquele som, o leigo pode não se dar conta disso ou se perguntar se o som é alto ou de volume elevado. Ou se as notas daquela música são altas ou baixas para sua voz. Tudo bem.

 

Mas, se você quer uma relação mais próxima como apreciador, estudante ou amante da música, é bom que você saiba essas diferenças. E é sobre isso que esse infográfico e artigo vão tratar.

 

Gostou do artigo? Então baixe o infográfico completo em alta resolução clicando aqui  e preenchendoo formulário, ou veja a imagem abaixo para entender e aprender mais sobre o som.

Som - Saiba o que e

Som é o deslocamento do ar provocado por um corpo que vibra ondas em todas as direções e que são perceptíveis ao ouvido humano.

 

Quando bato na porta, provoco vibrações que são espalhadas, pelo ar, em formas de ondas sonoras.

Quando puxo e solto a corda de um violão, essa corda vibra e, literalmente, podemos ver sua vibração em forma de ondas. Essa vibração desloca o ar em forma de som que vai chegar aos nossos ouvidos.

Quando falo ou canto, o corpo que está sendo vibrado são as cordas vocais e, da mesma forma que nos exemplos anteriores, provoca o deslocamento do ar.

 

Características do Som:

 

  • Altura
  • Intensidade e
  • Timbre

 

Altura

É o quanto o som é grave ou agudo. Ops, você não sabe o que é grave e agudo?

Vamos lá!

 

A analogia que eu mais gosto de fazer com meus alunos crianças, embora muitos professores torçam o nariz pra ela, é a do som grosso e do som fino.

 

Imagine o som do rugido de um leão, um leão bem grande.

Agora imagine o som do miado de um gatinho bem pequenininho.

 

Qual deles parece que tem o som mais grosso? E o mais fino? Fácil não é?

 

Grave é aquele som que nos dá a impressão ou sensação de ser mais ‘grosso’, o som do leão portanto.

Agudo é aquele som mais ‘fininho’ ou que nos dá essa impressão, como o miado de um gatinho.

E pra ajudar a memorizar, grave começa com ‘G’ de grosso.

 

Os adultos, de um modo geral, tem a voz mais grave do que a voz das crianças que são mais agudas, ‘fininhas’.

 

Outra analogia que nos é visível, literalmente, é o tamanho do corpo que está produzindo o som. Quanto maior o corpo, mais grave será o som. E, ao contrário, quanto menor mais agudo.

 

Grave                                                                                                         Agudo

 

Atente para o seguinte detalhe: o mais grave e o mais agudo são relativos. Vai depender de quais fontes sonoras você está comparando e usando como referência. Por exemplo:

 

O violão tem o som mais grave que um cavaquinho, porém mais agudo que um contrabaixo.

 

A analogia que fizemos com o tamanho dos animais se encaixa a qualquer fonte sonora, inclusive com os instrumentos musicais.

 

Numa orquestra, na família de cordas, o contrabaixo é o instrumento mais grave de todos e o de maior tamanho. O violino, é o instrumento mais agudo e o de menor tamanho. Já o violoncelo, tem um tamanho intermediário. Então, qual seria a classificação do seu som, grave ou agudo?

Baixo Violoncelo e violino

Caso eu esteja tocando em duo com a formação de violoncelo e violino, o violoncelo será mais grave que o violino. Mas se a formação for de contrabaixo e violoncelo, o violoncelo será o mais agudo. Portanto, dentro de uma orquestra onde tocam os três, eu vou dizer que o contrabaixo é grave, o violino é agudo e o violoncelo e médio porque está numa altura intermediária.

 

As alturas das notas musicais dizem respeito ao quanto elas são mais graves ou agudas e não tem nada haver com o volume de som em que são executadas. Este, será o assunto tratado no próximo tópico: intensidade.

 

Vamos ver então a disposição das notas com relação às suas alturas numa escala musical.

Escala

A medida que subimos no Pentagrama, cinco linhas da pauta, as notas vão ficando mais altas, mais agudas. Ao contrário, quando descemos a escala, as notas vão ficando mais grave.

 

Intensidade

Diz respeito a força com que o som é executado, se mais forte ou mais fraco.

Eu posso, por exemplo, tocar o Piccolo ou Flautim, que é o instrumento mais agudo da orquestra, portanto o mais alto, com intensidade bem fraca. Mas as notas soadas continuam sendo altas, agudas. O que eu fiz foi baixar o volume da minha execução tocando fraco.

 

Caso eu toque um contrabaixo elétrico, no último volume, se dará o contrário. Estarei tocando notas baixas, graves num volume muito alto. O volume nesse caso se dá pela amplificação do som e não pela força de minha execução porque o instrumento é elétrico.

Timbre

É a qualidade do som, como ele soa, se mais metálico como os sopros de metal, ou mais doce e aveludado como o som dos instrumentos de madeira. É a ‘cor’ do som de um instrumento. Mesmo pertencendo a uma mesma família, como os sopros de metal, cada instrumento tem o seu timbre particular e isso, nos permite identificar rapidamente qual o instrumento que está sendo tocado.

O Som pode ser

  • Ruído
  • Nota Musical

 

Ruído

São sons com alturas indefinidas que geram ondas irregulares e inconstantes, como por exemplo:

Um copo caindo, som do trovão, ondas do mar, aplausos de uma platéia…

 

Esses sons não nos permite reconhecer uma nota distinta, porque formam uma confusão de ondas sonoras, ou até de notas, mas que por causa de suas misturas não há como defini-las.

 

Nota Musical

São os sons com alturas definidas, ondas regulares e constantes, como por exemplo:

Uma Flauta tocando, o cantar de alguns pássaros, o assovio de uma canção…

 

Esses sons emitem notas distintas que podem ser reconhecidas e até executadas por outros instrumentos musicais capazes de emitirem notas.
Ruido ou Nota Musical

Ruídos e notas musicais fazem parte da Música, nela convivem harmonicamente e se completam. Diversos instrumentos musicais provocam ruídos e objetos fabricados com outras finalidades, emitem notas musicais.

Buzinas, campainhas, sinos… podem emitir notas musicais.

Chocalhos, sintetizadores, e outros instrumentos de percussão podem emitir ruídos.

Unidades de Medidas do Som

  • Hertz (Hz)
  • Decibéis (dB)

 

Como já vimos, o som se propaga em forma de ondas. A velocidade das vibrações dessas ondas é medida em Hertz, vibrações por segundo.

 

O Lá universal tem 440 Hz, ou seja, suas ondas vibram 440 vezes em um segundo. Quanto maior o número de vibrações por segundo mais agudo será o som. Hertz, portanto, mede a altura do som.

 

O decibel mede a potência do som, sua energia, o quanto mais forte ou mais fraco ele é emitido. Mede o volume do som.

 

Algumas referências, em média, de Hertz e Decibéis:

  • Contrabaixo – 60 Hz
  • Violão – 300 Hz
  • Violino – 1.000 Hz

 

  • Sussurro – 20 dB
  • Liquidificador – 80 dB
  • Show de Rock – 120 dB

 

Obs.: Sons acima de 110 decibéis podem prejudicar a audição.

Gostou do artigo? Então baixe o infográfico completo em alta resolução clicando aqui  e preenchendoo formulário, ou veja a imagem abaixo para entender e aprender mais sobre o som.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *